A morte não é o fim!!!

28/10/2012 10:03

A morte não é o fim

 

 

" Porque és pó, e em pó te hás de tornar. " (Gn 3,19)

 

    Uma realidade que sempre está a nossa frente é a morte. Ela nos causa medo, insegurança e lança perguntas, muitas dessas as quais não temos respostas. Me deparei em toda essa semana encarando de frente a realidade da morte e resolvi escrever um pouco sobre esse assunto.

    O que é a morte? Para responder a essa pergunta vamos ver um pouco da Teologia. Segundo Pe. Estevão Bettencourt,OSB, no seu curso de Iniciação Teológica, a morte é a separação de corpo e alma, que se dá em virtude do desgaste da corporeidade (orgãos, ...) da pessoa. Algo comum é evidente se pensarmos bem. Se observamos na Sagrada Escritura a Razão pela qual o homem deve morrer é devido a sua desobediência a Deus. O homem vivia Feliz e alegre junto de Deus no Paraíso, mas a serpente tentou a mulher para que ela comesse da fruta da árvore do Bem e do mal, desobedecendo a ordem de Deus " Mas não comas do fruto da árvore da ciência do bem e do mal; porque no dia em que dele comere, morrerás indubitalvelmente." (Gn 2,17). Está aí a razão porque o homem morre, porque desobedeceu a Deus " Comerás o teu pão com o suor do teu rosto, até que voltes à terra de que foste tirado; porque és pó, e em pó te hás de tornar." (Gn 3,19). Segundo Pe.Estevão, a morte hoje no mundo é sanção devida ao pecado ( consequência do primeiro pecado).

    Nesta semana estive refletindo sobre a morte. em alguns momentos ela me venceu, me apavorei, me vi diante da realidade de minha vida que não posso mudar e me desesperei, em outros eu a venci pela fé. Padre Estevão diz ainda " A angústia que naturalmente assalta o cristão diante da morte, há de ser superada numa perspectiva de fé", nestes tempos ela esteve sempre a frente de meus olhos, mas pela fé nos momentos que estou junto de Deus percebi que ela é só nossa passagem para vida eterna. Lembrei de Jesus que passou pela morte, e morte de cruz para ganhar a vida. " Na plenitude dos tempos Jesus Cristo, assumindo a morte do homem, ressucitou. Desta maneira transfigurou a morte, fazendo dela a passagem para re-criação e a vida nova do homem", diz Pe.Estevão, OSB.

    O cristão deve ter algumas atitudes perante a morte: a primeira é que a morte é o último chamado de Deus a nós, a segunda é que a morte se torna para nós um natalício para o céu ( devido a isso comemoramos o dia de um santo, no dia de sua morte),a  terceira é que a angústia que a morte vem a nos assaltar durante a vida toda deve ser vista na perspectiva da fé em Cristo, a quarta é que devemos concientizar os enfermos em relação a morte e a última é que morremos como vivemos, ou seja, se vivemos na luz morreremos na luz e se nas trevas o mesmo. Cheguei a essa conclusão lendo sobre a morte nos escritos de Pe. Estevão,OSB, homem sábio e estudioso, que mais uma vez mesmo depois de falecido com seus escritos me despertou a fé em Deus.

    Devemos portanto converter a nossa vida, pois não sabemos a hora que Deus vai nos chamar a Vida. Não adianta desesperar com a morte eminente e futura que teremos, se estamos em Deus não há o que temer, pois vamos vê-lo face a face o que não é nos permitido nesse corpo mortal.

    Vamos pensar na morte de uma forma cristã, vamos fazer lembrança sim de nossos falecidos, mas com o coração em festa pois eles contemplam a face de Deus e vivem felizes para sempre. Dai, dá pra entender o que Santa Tereza de Ávila diz com alegria: " Senhor, é tempo de nos vermos", esses fiéis estão no tempo de verem o Senhor e nosso chegará algum dia segundo a vontade de Deus. Guardemos em nossos corações a palavra de Jesus sobre a Ressurreição, a morte e a vida: "Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto viverá. E todo aquele que vive e crê em mim , jamais morrerá." (Jo 11,25-26).  Portanto a morte não é o fim é o começo da Alegria Eterna.

 

Júnior Monteiro 

doutrinacatolica2012.webnode.com