Sudário de Turim data do primeiro século segundo novos estudos

26/03/2013 15:55

 

Sudário de Turim data do primeiro século segundo novos estudos


 

Novas experiências científicas realizadas na Universidade de Pádua, confirmam que o Sudário data do primeiro século da era cristã. Os dados aparecem no livro “O mistério do Sudário”, de autoria do professor Giulio Fanti e do jornalista Saverio Gaeta que será lançado nesta quarta-feira, 27. 


As pesquisas do professor apresentam recentes investigações que breve serão publicadas e que estarão sujeitas à análise e julgamento de uma comissão científica. Estes estudos na área de química e mecânica foram realiados com ráios infra-vermelhos e outros depositivos avançados. 


Um deles foi uma análise de multi-paramétrico mecânico baseado em cinco diferentes parâmetros mecânicos que estão relacionados com a tensão do tecido. Para realizar este estudo das fibras do Sudário foi usado uma máquina de ensaio de tração capaz de avaliar fibras extremamente pequenas. Foram analisadas 20 amostras de tecido que confirmaram que a antiguidade de 3000 está equivocada e apresentam como data possível ano 2000, depois de Cristo.


De acordo com a matéria publicada no boletim “Vatican Inside”, do jornal italiano “La Stampa”, cientistas de diferentes centros de estudos da Itália participaram da análise e concordam em afirmar que o Sudário tem uma antiguidade que coincide com a tradição que o rodeia. 

As investigações apresentadas no livro de Fanti e Gaeta indicam resultados que superam as analises anteriores, segundo os autores, com bases nos experimentos. Assim, de acordo com a análise de FT-IR, o tecido é entre 300 - 400 aC, com a análise de Raman estima-se a data de 200 aC - 500 aC, e finalmente, segundo a análise de multi-paramétrico mecânica, apresentaria como resultados simples a data de 33 aC à 250 anos, portanto, na margem do que a tradição referente ao Sudário apresenta.(Jefferson Souza)
 
Da redação do Portal Ecclesia.
 
doutrinacatolica2012.webnode.com